Balzac, o autor que matou a esperança e revelou a desfaçatez humana | Revista Bula

O nome do livro é “Eugénie Grandet”, de Honoré de Balzac. A história envolve três famílias de província: a da protagonista Eugénie, os Cruchot e os Grassins, ambas disputando as mãos da moça para ver qual delas herdará a fortuna do vinhateiro Félix Grandet. Inesperadamente Eugénie apaixona-se por um primo, Charles, cujo pai suicidou-se depois de entrar em falência, em Paris. Resta aos candidatos apresentados pelas respectivas famílias disputarem com Charles o dote da moça, que ainda não é fabuloso.

Leia o artigo completo no link abaixo:

Source: Balzac, o autor que matou a esperança e revelou a desfaçatez humana | Revista Bula

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *